Pur Natur bio activ Unieke Pur Natur yoghurtformule met probiotica

Porquê esta fórmula?

A fórmula do iogurte Pur Natur bio activ contém 3 tipos de bactérias cuidadosamente selecionados:Bifidobacterium, Pediococcus e Lactobacillus de origem humana. A fórmula combina essas três estirpes, com eficácia comprovada e complementar na:

 

 

MAIS INFORMAÇÕES PARA PROFISSIONAIS DE SAÚDE

ESTIRPES DIGEST PLUS

A diversidade e o poder da microbiota intestinal comensal são reforçados pela fórmula probiótica AB-Digest, uma vez que as estirpes têm a capacidade de:

  • Sobreviver num ambiente com um ph baixo e multiplicar-se, apesar da existência de sais biliares2
  • Aderir ao trato intestinal e colonizá-lo2
  • Melhorar a barreira intestinal e a sua permeabilidade2
  • Reduzir a resposta inflamatória3
  • Proteger contra infeções virais2
  • Neutralizar bactérias enteropatogénicas3
  • Promover um metabolismo homofermentativo3

Fonte:
2 Segers ME, Lebeer S. Towards a better understanding of Lactobacillus rhamnosus GG - host interactions. Microbial Cell Factories. 2014;13(Suppl 1):S7-S23.
3 Santas J et al. Pediococcus pentosaceus CECT 8330 and Bifidobacterium longum CECT 7894 show a trend towards lowering infantile excessive crying syndrome in a pilot clinical trial. Int J Pharma Bio Sci 2015; 6(2):P458–66.

1. A microbiota intestinal

Somos 90% bactérias e 10% humanos.

 

O trato digestivo humano é um ecossistema complexo com milhões de micro-organismos, incluindo centenas de diferentes tipos de bactérias. O microbioma humano é composto por dez vezes mais células microbianas do que humanas: 100 mil milhões. A nossa flora intestinal contém mais de três milhões de genes microbianos, ou 150 vezes mais genes do que o genoma humano. Podem ser encontradas mais de 1000 espécies diferentes de bactérias na microbiota do intestino humano, mas apenas 150 a 170 são predominantes.

 

A maioria dos micróbios intestinais são inofensivos ou mesmo benéficos para o hospedeiro. Estes micróbios oferecem uma proteção contra agentes patogénicos no estômago e no intestino (as bactérias que provocam infeções de origem alimentar), ajudam a extrair nutrientes e energia dos alimentos e contribuem para o bom funcionamento do sistema imunitário. Algumas destas bactérias podem ser potencialmente perigosas. Mas, normalmente, são controladas pelas bactérias boas, garantindo a manutenção do chamado equilíbrio da microbiota.

 

desequilíbrio da microbiota também pode provocar infeções por agentes patogénicos oportunistasAs alterações a este equilíbrio frágil estão ligadas a obesidade, subnutrição, dieta não saudável, doenças, stress, etc. O desequilíbrio da microbiota também pode provocar infeções por agentes patogénicos oportunistas, que dão origem a vários episódios de diarreia, por exemplo. Existem vários fatores que podem perturbar o equilíbrio da microbiota intestinal, como a utilização de medicamentos em caso de doença (por ex., antibióticos). Os tratamentos com antibióticos destroem parcialmente as populações microbianas, a microbiota comensal diminui e cria-se um ambiente mais suscetível a agentes patogénicos e oportunistas.

 

A disbiose da microbiota intestinal também pode ser provocada por infeções patogénicas (bacterianas), como a listeriose e salmonela.

 

As diarreias podem ser causadas por infeções virais, como o rotavírus e infeções. 

 

MAIS INFORMAÇÕES PARA PROFISSIONAIS DE SAÚDE

2. Porque é que a flora intestinal é tão importante

O epitélio intestinal e a barreira da mucosa intestinal são barreiras físicas que regulam a troca de nutrientes e água entre o ambiente externo da cavidade intestinal e o corpo. A função desta barreira pode ser perturbada por um processo inflamatório, o que pode causar um aumento da perda passiva de água e da presença de substâncias dissolvidas do corpo na cavidade intestinal, dando origem a diarreia.

As infeções virais também podem comprometer as barreiras epiteliais/da mucosa. As células intestinais podem ser infetadas por vários vírus, sobretudo pelo rotavírus, o que pode causar uma perda de vilosidades e afetar a troca e a absorção de água, eletrólitos e nutrientes.  Esta situação pode provocar vómitos e diarreia com uma perda significativa de fluidos corporais, que pode provocar desidratação. Vários estudos clínicos demonstraram a eficácia debactérias Lactobacillus rhamnosus GG específicas na prevenção e no tratamento de diarreia causada pelo rotavírus em bebés e crianças.10 Estas exercem efeitos protetores devido à sua capacidade de reduzir a replicação viral e a aderência às células epiteliais na mucosa intestinal. Alguns estudos demonstraram, ainda, que a ação protetora de bactérias Lactobacillus rhamnosus GG contra infeções virais é melhorada quando estas são administradas como medida preventiva, ou seja, antes da infeção ocorrer.11

 

Fontes:
10 Li YT, Xu H, Ye JZ, Wu WR, Shi D, Fang DQ, Liu Y, Li LJ. Efficacy of Lactobacillus rhamnosus GG in treatment of acute pediatric diarrhea: A systematic review with meta-analysis. World J Gastroenterol. 2019 Sep 7; 25(33): 4999–5016.
11 Luoto R, Ruuskanen O, Waris M, Kalliomaki M, Salminen S, Isolauri E: Prebiotic and probiotic supplementation prevents rhinovirus infections in preterm infants: A randomized, placebo-controlled trial. J Allergy Clin Immunol 2013.

 

MAIS INFORMAÇÕES PARA PROFISSIONAIS DE SAÚDE

logo bio activ staand240pxé um produto de Pur Natur